Avariado há meses, o WindFloat Atlantic está finalmente a ser reparado

O WindFloat Atlantic, o primeiro parque eólico flutuante semi-submersível do mundo, instalado a 20 km da costa, ao largo de Viana do Castelo, estava há meses sem produzir energia renovável para a rede nacional devido a uma avaria num cabo elétrico.

As três unidades que compõem o parque eólico começaram em julho de 2020 a injetar na rede elétrica de Portugal a energia produzida pelos seus aerogeradores de 8,4 MW, as maiores turbinas do mundo jamais instaladas numa plataforma flutuante.
Com uma capacidade instalada total de 25 MW, o WindFloat Atlantic irá gerar energia suficiente para abastecer o equivalente a 60 000 utilizadores por ano.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Enorme máquina giratória vai “triturar” mais de 15 mil toneladas de materiais dos 13 andares do prédio Coutinho

Queixa contra desconstrução do prédio Coutinho arquivada pelo MP

Morreu a ''PALMIRINHA''

Laboratório do mar com minissubmarino e aquário abriu em Viana do Castelo