Avançar para o conteúdo principal

Lavadouro público ao abandono

Este lavadouro público junto à avenida do Cabedelo, em Darque, Viana do Castelo, que outrora foi utilizado pela comunidade darquense para lavar roupa e não só, apresenta-se atualmente com aspeto de abandonado, como que a relegar um pouco da cultura e do património local.

É certo que, com o aparecimento das máquinas de lavar roupa, os lavadouros públicos, locais simbólicos e de muita memória foram, a pouco e pouco abandonados e desprezados. Não se pretende a reativação para o seu fim original, pois hoje já quase ninguém lava a roupa nestes locais, mas que seja assegurada a sua preservação. Cuidar deste património é importante para se poder mostrar às gerações futuras como era a vida anteriormente.




Comentários

  1. O Olhar Viana deve dar mais atenção à panorâmica de Darque . Tem as mesmas condições para ser uma margem aprazível e bela como a margem direita.
    O Monte , o Verde , a Zona Ribeirinha , o Sapal ,o crescimento do betão , a três magnólias, o acesso ao Monte Galeão, a Estrada junto ao rio. A margem ( esquerda) tem sido esquecida ao longo dos tempos, será que não interessa abordar o assunto ? Será que Darque está esquecida .
    Faz noticia em excesso , às vistas de Viana. Será que o autor do blogue tem uma " obsessão" só pela margem direita?
    Vá lá tenha mais em atenção ao outro território , começa a dar nas vistas , começa a ser objecto de críticas noutras redes sociais.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

0 Bar da Estação

  O BAR DA ESTAÇÃO, um bar com marcas do passado, onde o balcão imponente e decorado com fotografias a recordar as antigas locomotivas a vapor, o elegante móvel encostado a uma parede onde são expostas bebidas e outros artigos, o revestimento do chão e mais fotografias nas paredes, são alguns elementos decorativos do espaço. Um ponto de encontro de pessoas tanto nas partidas, como nas chegadas à estação ferroviária de Viana do Castelo.   O bonito edifício da estação ferroviária de Viana do Castelo foi projetado pelo Eng.º Alfredo Soares. Começou a ser construído em 1878 e concluiu-se 5 anos mais tarde. Foi aberto ao público em 1882 e inaugurado a 25 de março de 1887. Veja imagens do exterior do belo edifício da estação ferroviária de Viana do Castelo, clicando AQUI .

A estação vai ter um hotel

O presidente da Câmara de Viana do Castelo disse hoje que a estação de comboios da cidade, construída no século XIX, vai ser transformada em hotel por um investidor local e que o projeto está em fase de licenciamento. Em declarações aos jornalistas, no final da reunião camarária de hoje, durante a qual foi questionado sobre o projeto, pela bancada do PSD e da CDU, Luís Nobre adiantou que “a Infraestruturas de Portugal (IP), proprietária do imóvel, entendeu dar uso a um espaço que está devoluto há mais de uma década”. O autarca socialista garantiu que as funções e serviços, atualmente, a funcionar na estação de caminhos-de-ferro “não vão desaparecer, mas serão transferidos para outro local”. “A bilheteira, o bar e outros serviços, vão manter-se. Não podia ser de outra forma. Ninguém ia fazer um investimento de 90 milhões de euros na modernização da Linha do Minho para depois prejudicar esse investimento”, sustentou. Segundo Luís Nobre, o empresário, que já tem uma unidade hoteleira na c

O Desfile da Mordomia na Romaria d’Agonia

O Desfile da Mordomia é um dos momentos de maior destaque naquela que é considerada a Rainha das Romarias de Portugal. Depois de dois anos de ausência daquele número devido à pandemia, na Romaria d’Agonia 2022 é esperado um recorde de participações. Cerca de 800 mordomas (número máximo aceite pela organização) irão estar no desfile que vai decorrer no dia 18 de agosto. Em 2019 participaram no desfile 619 mordomas. O Desfile da Mordomia é considerado a maior montra de trajes e ouro ao ar livre do país. No deste ano, estima-se que o valor total do ouro que as 800 mordomas vão usar (2,5 quilogramas, em média, cada uma), calculado com base no preço atual, atinja os 94 milhões de euros.

Viana do Castelo volta a dedicar Feira de Artesanato aos artesãos do concelho

Várias dezenas de artesãos de Viana do Castelo são esperados na Feira de Artesanato da Romaria da Senhora d’Agonia, que assinala 105 anos da sua primeira edição e que vai realizar-se no Jardim Público da cidade, de 06 a 21 de agosto de 2022. As inscrições arrancam hoje através do site oficial www.festasdagonia.com. De acordo com o regulamento da feira, disponível no site oficial em www.festasdagonia.com, esta volta a realizar-se no Jardim Público, promovida pela VianaFestas e pela Comissão de Festas da Romaria da Senhora d’Agonia. As inscrições dos artesãos, de caráter obrigatório, decorrem de 09 de junho até 03 de julho.    Em 2022, a feira vai decorrer de 06 a 16 de agosto das 16:00 às 23:00, passando de 17 a 21 de agosto a ter lugar das 10:00 às 24:00. A Feira-Exposição de Artesanato das Festas de Nossa Senhora d’Agonia remonta a 1917, quando se realizou a primeira exposição de lavores regionais, chegando aos dias de hoje como um evento âncora da cidade, com dezenas de artesãos. A s

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.