Avançar para o conteúdo principal

Praça de Touros de Viana: Processo de demolição quase concluído

Ontem já pouco restava da antiga Praça de Touros de Viana do Castelo. No seu lugar vai ser construída a Praça Viana, equipamento desportivo para a prática de várias modalidades em simultâneo.

Tudo leva a crer que o edifício da antiga Praça de Touros vai ser quase totalmente demolido, ficando unicamente preservada uma pequena parte da fachada principal, precisamente aquela que se encontra sustentada pela estrutura metálica que se vê na fotografia. Uma forma de manter um pedaço da história do velho edifício, integrando-a na nova construção, passando a fazer parte de uma nova história.









Comentários

  1. Dá para pensar .17 abril, 2021 00:24

    Pensando bem Beatriz Rodrigues tem razão .
    Como é que o blogue olhar viana projecta fotos a que o publico náo tem acesso ?
    Realmente é preocupante mais um ao serviço da propaganda .
    Estive no local e o espaço estava vedado ao público .
    Beatriz tem raźao anda tudo atrás do mesmo .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. https://www.olharvianadocastelo.pt/

      Tem razão, o espaço está vedado ao público e na realidade também não tive acesso ao interior do mesmo. Quer realmente saber como o blogue Olhar Viana do Castelo conseguiu estas fotos? Simples. Limitei-me a imitar o que na altura outras pessoas estavam a fazer, com a câmara na mão, levantei o braço acima da vedação e comecei a fotografar. Pode tentar fazer o mesmo.

      Já agora, quem é a Beatriz Rodrigues? Fez aqui algum comentário? Não o encontro.

      Eliminar
  2. Na verdade nao deixa de ser uma intrusāo a um esoaço que ainda nao está de acesso ( visita) ao publico.
    Quanto á noticia bem mum blogue de Viana , não no Olhar Viana.
    Procure bem que vai encontrar a noticia.!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Intrusão? Incomoda-o assim tanto o facto de tirar fotografias a um imóvel que está a ser demolido, estando eu de fora da vedação? Será que alguém proíbe alguém de o fazer? Até parece que estou a fotografar instalações militares, isso sim é proibido. A vedação está lá por questões de segurança, para evitar entradas de pessoas não afetas à obra, e não para proibir que alguém tire fotografias.

      Pessoas afectas à obra não me questionaram (e a outras pessoas que estavam na altura também a fotografar) por estar a tirar fotografias à demolição da antiga Praça de Touros e está agora você preocupado com isso?

      Procuro o quê? Qual notícia? Qual blogue?

      Haja paciência.

      Eliminar
  3. Eu sei o que tu sabes , e tu sabes o que eu sei !
    Na verdade já tirei esse tipo de fotos .
    Mas o ángulo e a perpésctiva não convencem era preciso uma grande ginástica para obter esse tipo de fotos.
    Sujeito a quedas, umas imagens tão perfeita e elucidadtiva do local obedece a rigor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sinceramente, não entendo tanta dúvida.
      Não fiz ginástica nenhuma para obter estas fotos. Não estive sujeito a quedas, pois não me encontrava pendurado em nada, simplesmente estava com os pés assentes no chão junto à vedação (da parte de fora) com o braço esticado e a câmara na mão a apontar para o interior do espaço e “disparar” a ver o que saía (tirei dezenas para aproveitar estas que publiquei. Só tive de as endireitar).
      Experimente fazer como eu e comprovará que, com um pouco de paciência, sem ginástica nenhuma e em segurança, possivelmente conseguirá obter fotografias bem melhores do que as que publiquei.
      Concorde ou não com o que acabo de explicar, por mim, este assunto acaba aqui.

      Eliminar
  4. Cátia Ferreira18 abril, 2021 12:47

    Uma cambada de gente escurril que vem para aqui denegrir, o trabalho de quem há muitos anos leva o nome de Viana do Castelo aos 4 cantos do mundo! Como o Olhar Viana do Castelo o faz.
    Dá para pensar, não tem cérebro para pensar o suficiente e vem para aqui mostrar que sua inteligência não desenvolve o tanto para deixar de dizer asneiras.
    O espaço continua vedado ao público, mas para quem sabe e pensa é muito fácil tirar fotos do interior sem trespassar o perímetro da obra. Não como dá para pensar e a fantasma da beatriz rodrigues que precisarão de um escadote para lá chegar!

    ResponderEliminar
  5. Os comentários são aceites conforme a conceniência !

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. As pessoas começam a dar- se conta. Apresentam imagens com uma finalidade.



      Eliminar
    2. Conta de quê? Que finalidade? Boa, má, ou assim-assim.

      Eliminar
  6. A Beatriz Rodrigues faz o comentário em outro blogue .
    Aqui só apresenta o que convêm , o que interessa " o show off " , as noticias estão condicionadas !
    A propósito gostava que explicasse in loc , como tirar fotos com tanta precisão .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como já respondi a outro comentário, desconheço onde e o que a Beatriz Rodrigues disse. Toda a gente é livre de comentar, o que não quer dizer que tenha sempre razão no que diz.

      As publicações estão condicionadas a quê?

      Obrigado por apreciar as fotografias que publico no Olhar Viana do Castelo. Utilizo uma câmara de 150 euros e tiro fotografias sempre na posição “automático”. Não tenho conhecimentos nenhuns de fotografia.

      Eliminar
  7. O presidente da AHETA garantiu que os prémios do turismo são comprados .
    Por 500 libras é simples ganha uma moldura e é lhe atribuido um prémio.
    O sector não gostou mas Elidério Viegas pôs o dedo na ferida .
    A propaganda é aquela que se quer fazer .
    Este tipo de promoções existem em todos os países.

    ResponderEliminar
  8. Cátia Ferreira20 abril, 2021 12:43


    Vê-se que alguns comentaristas que aqui comentam é só para dizer disparates e mostrar o quanto não usam a sua inteligência que deve ser pouca!
    Será que na vedação, encontra-se algum aviso que não se pode fotografar o interior do espaço onde se está a realizar a obra? Eu circulei o perímetro todo e não vi.
    A minha altura não é assim tão baixa, mas eu preferi utilizar um “Selfie Stick”, ou seja um cabo para tirar “selfies” com o telemóvel, tirei dezenas de fotos do interior, escolhi as melhores, qualidade não faltou. Não me estiquei, nem caí.
    Assim como eu, tenho visto lá a utilizarem, os ditos “Selfies Stick”, ou esticarem o braço, sem caírem!
    Haja paciência!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

Seis pirogas encontradas no rio Lima em Viana do Castelo classificadas "tesouro nacional"

  O Governo aprovou hoje, em Conselho de Ministros, o decreto que classifica, como conjunto de interesse nacional diversos bens móveis arqueológicos náuticos e subaquáticos, sendo-lhes atribuída a designação de "tesouro nacional": as seis pirogas monóxilas provenientes de recolha arqueológica subaquática realizada no rio Lima, em Viana do Castelo; os três astrolábios provenientes de recolha arqueológica subaquática realizada em São Julião da Barra, e os dez canhões provenientes de recolha arqueológica subaquática, realizada na Ponta do Altar. As pirogas monóxilas são embarcações construídas a partir de um único tronco de árvore, neste caso de carvalho. Este conjunto apresenta um interesse arqueológico e patrimonial muito relevante enquanto testemunho notável da navegação em Portugal, e da travessia do Rio Lima em particular, desde a Idade do Ferro até à Baixa Idade Média. A dimensão do conjunto e de cada exemplar (uma delas com quase 7m de comprimento), o seu estado de conser

Trajes tradicionais do concelho de Viana

O Traje de Lavradeira, o Traje de Mordoma, o Traje de Noiva, o Traje de Meia Senhora, Traje de Dó, Traje de Domingar, Traje de Feirar, Traje de Trabalho… são principalmente usados nas diversas festas e romarias que se realizam ao longo do ano, por todo o concelho. É o momento escolhido para se trazer o passado ao presente, vestindo um destes trajes tradicionais.  É durante a realização da Romaria da Senhora d’Agonia que se concentra um maior número de trajes, nomeadamente no Desfile da Mordomia, Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, ocasião para se admirar a beleza e riqueza de todos os detalhes dos tradicionais e coloridos trajes das diferentes freguesias do concelho de Viana do Castelo.  Estes são alguns dos trajes que tive oportunidade de contemplar, durante o Cortejo Histórico-Etnográfico e Desfile de Mordomia das Festas de Viana do Castelo deste ano.

Carnaval sem desfile tradicional mas com várias iniciativas para celebrar

Em Viana do Castelo, apesar da não realização do tradicional desfile e, para manter o espírito “folião”, o Carnaval vai festejar-se durante cinco dias (17 a 21 de fevereiro) marcados por DJ’s na Praça da República, concurso de máscaras, animação, motivos alegóricos na Praça da República, entre outras iniciativas. PROGRAMA 17 DE FEVEREIRO (sexta-feira) > 10h00 – 13h00 / 14h00 – 20h00 | Viagem de comboio turístico (para crianças) > 11h00 | Dança de Hip-Hop (Ana Coelho) > 10h00 – 13h00 | Dança e construção de fitas de dança criativa 18 DE FEVEREIRO (sábado) > 10h00 – 13h00 / 14h00 – 20h00 | Viagem de comboio turístico (para crianças) > 11h00 | Aula de Dancehall (Eduarda Silva) > 17H30 | 1º Edição da Corrida de Carnaval > 16h00 – 19h00 | Animação infantil (atelier de adereços de carnaval – espadas e varinhas de condão) > 22H00 | Concurso de Máscaras > 22H00 | DJ’s na Praça da República 19 DE FEVEREIRO (domingo) > 10h00 – 13h00 / 14h00 – 20h00 | Viagem de combo

Olha que três!

Esta foto tem a particularidade de permitir contemplar um dos mais belos enquadramentos arquitetónicos da cidade. O Chafariz-Estátua de Viana, no seu enfiamento, num plano superior a Capela das Malheiras e no alto do monte de Santa Luzia, o Santuário do Sagrado Coração de Jesus (Templo de Santa Luzia).

Viana de Outros Tempos

Assim era a Praça da República nos anos 60 do século XX. Espólio de Severino Costa | Arquivo Municipal de Viana do Castelo