Edifício Jardim, em Viana do Castelo, está à beira do fim

Para garantir a segurança, a vedação colocada ao redor do Edifício Jardim (Prédio Coutinho) está a ser alargada, o que irá obrigar a alterações de trânsito nas ruas adjacentes.

A retirada de persianas, vidros, janelas, louças sanitárias, alumínios e madeiras do interior do imóvel de 13 andares vai bastante avançada. O início da desconstrução pesada do edifício, piso a piso, deve estar para breve. Será efetuada com uma enorme máquina giratória, a única em Portugal com um braço de 40 metros, que vai “triturar” mais de 15 mil toneladas de materiais. Cerca de 90% do material que for retirado do edifício será reciclado ou reutilizado.

As obras, que começaram em finais de setembro de 2021, vão custar 1,2 milhões de euros. Devem terminar em março de 2022. No local, vai nascer o novo mercado municipal de Viana do Castelo.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Em Viana ainda se vendem os tradicionais presépios em barro

Viana Coração de Natal já tem programação

Já se encontra no local a máquina que vai “triturar” o prédio Coutinho