Avançar para o conteúdo principal

Governo prorroga Polis de Viana até dezembro 2014


A atividade da sociedade VianaPolis acaba de ser prorrogada por mais um ano, até 31 de dezembro de 2014, segundo um despacho do Governo ao qual a agência Lusa teve hoje acesso. 
O despacho foi assinado conjuntamente pelo ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, Jorge Moreira da Silva, e pela secretária de Estado do Tesouro, Isabel Castelo Branco, enquanto representantes de 60% da estrutura acionista da sociedade responsável pela implementação do programa Polis de Viana do Castelo. 
A prorrogação era defendida pela Câmara de Viana do Castelo (PS), detentora dos restantes 40% da sociedade, sendo agora consubstanciada neste despacho, que aprova uma Deliberação Social Unânime para alterar os estatutos da VianaPolis, cuja atividade terminaria hoje. 
"A duração da sociedade fica condicionada à realização completa do seu objeto contratual, não podendo prolongar-se para além de 31 de dezembro de 2014", lê-se no despacho. Com esta declaração, a VianaPolis fica impedida de contrair "encargos adicionais para o acionista Estado".
Além disso, é "recomendado" ao conselho de administração que "diligencie no sentido de alienar, com a maior celeridade e segurança jurídica, o património da sociedade, como forma de amortizar o financiamento concedido pela Direção Geral do Tesouro e Finanças". 
A VianaPolis mantém-se ativa com o propósito, ainda, de demolir o Edifício Jardim, mais conhecido por "prédio Coutinho", que já chegou a ser habitado por 300 pessoas, restando hoje menos de 40. 
A atividade desta sociedade, lançada em 2000, tem sido consecutivamente prolongada devido à suspensão, pelos tribunais, do processo de expropriação daquele edifício, de 13 andares. Essa decisão resulta dos processos movidos pelos moradores, que contestam a demolição, mas segundo os últimos números oficiais, a VianaPolis é já detentora de 63% das 105 frações do edifício, face a acordos amigáveis com os proprietários. 
Aquela sociedade tem ainda de gerir uma carteira de ativos que ultrapassa os 12 milhões de euros, nomeadamente cinco milhões de euros em apartamentos e garagens construídos na cidade nos últimos anos e que ainda estão por vender. 
O maior ativo da sociedade são os terrenos do Parque da Cidade, infraestruturados pelo Polis e que se encontram por vender desde 2006, após quatro hastas públicas falhadas. 
A última, que tinha como preço base 7,5 milhões de euros, terminou este mês, novamente sem propostas, mantendo-se a hasta pública em aberto, aguardando por investidores interessados. 
Além de habitação, estes terrenos, junto ao rio Lima, preveem a instalação de um hotel e de um equipamento social.

Texto: Agência LUSA (31.12.2013)

Comentários

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

Projeto alemão de energia eólica offshore previsto para Viana “chumbado” pelo governo

A BayWa, gigante alemã das energias renováveis, tinha apresentado ao governo português um projeto de cerca de 2,5 mil milhões de euros de investimento, na instalação de um parque eólico flutuante com 30 turbinas, com uma capacidade instalada de até 600 megawatts (MW), ao largo de Viana do Castelo (na Zona Piloto onde já se encontram instaladas as três turbinas que constituem o parque eólico offshore WindFloat Atlantic). O Governo diz que o projeto só é viável noutra área marítima dedicada às renováveis, ainda por definir.

Meia Maratona Manuela Machado | Os vencedores

Correu-se hoje, 22 de Janeiro, a 24ª edição da Meia Maratona Manuela Machado, em Viana do Castelo. CLASSIFICAÇÃO FINAL MASCULINOS: Iskander Yadgarov | Russia | 1:04:16.3 Helio Gomes | Sporting Clube De Portugal | 1:04:31.2 Fabio Oliveira | Guilhovai | 1:04:58.1 CLASSIFICAÇÃO FINAL FEMININOS: Solange Jesus | Clube Desportivo Feirense | 1:12:11.5 Susana Godinho | Clube Desportivo Feirense | 1:12:23.8 Carla Martinho | Recreio Desportivo De Agueda | 1:13:07.11

AP DONA ANINHAS: será assim o novo hotel de Viana do Castelo

Vai designar-se AP Dona Aninhas o hotel de quatro estrelas que está prestes a nascer no edifício do antigo hotel Viana Sol, no Largo Vasco da Gama, no centro histórico de Viana do Castelo. Com 64 quartos e suites, esta é a primeira unidade na região Norte de Portugal do grupo AP Hotels & Resorts, de António Parente, natural de Viana do Castelo. Fotos: retiradas do site https://donaaninhas.com

Viana de Outros Tempos

Assim era a Praça da República nos anos 60 do século XX. Espólio de Severino Costa | Arquivo Municipal de Viana do Castelo

Bom dia, Viana do Castelo!

Começar bem a manhã, pela zona ribeirinha.