Avançar para o conteúdo principal

Aqui há gato!

Gatos e mais gatos… gatos de ninguém. São muitos, principalmente junto à antiga doca comercial (onde se encontra o navio Gil Eannes) e dos armazéns de aprestos dos pescadores junto à Lota do Peixe. 
É uma colónia que se encontra muito dispersa, ocupando uma extensão que vai do Centro Cultural de Viana até ao edifício dos Pilotos (junto à Lota do Peixe). Habitualmente encontramo-los recolhidos ou a dormir entre as pedras que servem de paredão da margem do Rio Lima, junto á foz. É um local onde dificilmente encontram alimentos ou água. Há alguns, que a sua magreza é tal, que só se vêem os ossos. 
Ontem, ao passar neste local, apercebi-me da existência de abrigos que alguém colocou junto aos armazéns de aprestos dos pescadores, para que estes gatos de ninguém se abriguem da chuva e do frio. São pessoas como estas, que se preocupam e respeitam estes seres vivos, fazendo o melhor possível para os ajudar, que merecem todo o nosso apoio. 
Soube no local, que é a “Gatos de Ninguém” que está a intervir nesta colónia, proporcionando melhores condições e a proceder à sua esterilização para, pelo menos, tentarem controlar o nascimento de mais gatinhos. 
Como as associações ou grupos de pessoas que se preocupam com estas causas, todas elas, lutam com imensas dificuldades por não terem meios nem capacidade financeira para acudirem a tudo, todos não seremos demais para as ajudarmos dentro das nossas possibilidades. Para quem estiver interessado em contribuir, faça uma visita à página da “Gatos de Ninguém” e veja como pode ajudar.
Aqui ficam as fotos de alguns dos gatos desta colónia que consegui fotografar.

(clique na imagem para ampliar e ver melhor)




Comentários

  1. Ainda há mais abrigos, se continuar até ao fim dessa rua, onde costumam estar os pescadores desportivos. Alimentamos esses gatos diariamente e quando podemos, resgatamos para esterilizar e tratar. Houvesse mais recursos... e esses gatinhos e outros tantos seriam esterilizados,as colónias controladas, e as condições de vida dos que por lá vivem bem melhores. Obrigada pelas palavras. Susana Rodrigues (membro dos Gatos de Ninguém)

    ResponderEliminar
  2. Embora supostamente controlem a população de ratos, não sou favorável à existência de animais domésticos sem dono, pelo perigo para a saúde pública que podem constituir.
    Felizmente que os cães vadios quase desapareceram.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mais visualizadas nos últimos 7 dias

O Desfile da Mordomia na Romaria d’Agonia

O Desfile da Mordomia é um dos momentos de maior destaque naquela que é considerada a Rainha das Romarias de Portugal. Depois de dois anos de ausência daquele número devido à pandemia, na Romaria d’Agonia 2022 é esperado um recorde de participações. Cerca de 800 mordomas (número máximo aceite pela organização) irão estar no desfile que vai decorrer no dia 18 de agosto. Em 2019 participaram no desfile 619 mordomas. O Desfile da Mordomia é considerado a maior montra de trajes e ouro ao ar livre do país. No deste ano, estima-se que o valor total do ouro que as 800 mordomas vão usar (2,5 quilogramas, em média, cada uma), calculado com base no preço atual, atinja os 94 milhões de euros.

0 Bar da Estação

  O BAR DA ESTAÇÃO, um bar com marcas do passado, onde o balcão imponente e decorado com fotografias a recordar as antigas locomotivas a vapor, o elegante móvel encostado a uma parede onde são expostas bebidas e outros artigos, o revestimento do chão e mais fotografias nas paredes, são alguns elementos decorativos do espaço. Um ponto de encontro de pessoas tanto nas partidas, como nas chegadas à estação ferroviária de Viana do Castelo.   O bonito edifício da estação ferroviária de Viana do Castelo foi projetado pelo Eng.º Alfredo Soares. Começou a ser construído em 1878 e concluiu-se 5 anos mais tarde. Foi aberto ao público em 1882 e inaugurado a 25 de março de 1887. Veja imagens do exterior do belo edifício da estação ferroviária de Viana do Castelo, clicando AQUI .

Campo de girassóis chama a atenção em Carreço (Viana)

Um extenso campo de girassóis pinta de amarelo a paisagem na Veiga de Carreço (Viana do Castelo), junto à estrada Nacional 13. Para quem passa por ali é difícil ficar indiferente à imensidão de flores que encanta qualquer um. A beleza é tanta que não falta quem pare por alguns minutos para observar os girassóis e aproveite a paisagem como cenário para tirar algumas fotografias.

Viana do Castelo volta a dedicar Feira de Artesanato aos artesãos do concelho

Várias dezenas de artesãos de Viana do Castelo são esperados na Feira de Artesanato da Romaria da Senhora d’Agonia, que assinala 105 anos da sua primeira edição e que vai realizar-se no Jardim Público da cidade, de 06 a 21 de agosto de 2022. As inscrições arrancam hoje através do site oficial www.festasdagonia.com. De acordo com o regulamento da feira, disponível no site oficial em www.festasdagonia.com, esta volta a realizar-se no Jardim Público, promovida pela VianaFestas e pela Comissão de Festas da Romaria da Senhora d’Agonia. As inscrições dos artesãos, de caráter obrigatório, decorrem de 09 de junho até 03 de julho.    Em 2022, a feira vai decorrer de 06 a 16 de agosto das 16:00 às 23:00, passando de 17 a 21 de agosto a ter lugar das 10:00 às 24:00. A Feira-Exposição de Artesanato das Festas de Nossa Senhora d’Agonia remonta a 1917, quando se realizou a primeira exposição de lavores regionais, chegando aos dias de hoje como um evento âncora da cidade, com dezenas de artesãos. A s

VIANA BATE FORTE | Um Festival gratuito com 16 concertos em 3 palcos

O Festival “Viana Bate Forte” realiza-se em dois dias (13 e 14 de setembro). É a quarta edição dum festival com entrada gratuita, que se apresenta em três palcos diferentes. Palco da República (na Praça da República), o Palco da Liberdade (na Praça da Liberdade) e o Palco da Erva (na Praça da Erva), são os palcos para a edição 2019. Há música para todos os gostos. As atuações começam às 20H30 e estendem-se até às 03H30. Consulte abaixo as atuações, os locais e os horários na íntegra.