Projeto piloto vai instalar três “ilhas” no rio Lima


Fotografia retirada do site da SolarisFloat

Espelho de água a poente do porto comercial de Viana do Castelo vai receber três «ilhas» em forma de círculo, compostas por painéis fotovoltaicos que se encontram instalados sobre plataformas flutuantes, para geração de energia com recurso a fontes renováveis de irradiação solar.


Foi ontem publicado no Diário da República o Edital da APDL — Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, S. A., onde é solicitado pela SolarisFloat, um pedido para atribuição de título de utilização privativa do domínio público hídrico para instalação de três «ilhas» PROTEVS (projeto piloto), por um prazo máximo de cinco anos, no espelho de água a poente do porto comercial de Viana do Castelo, em área de jurisdição da APDL, S. A., para o desenvolvimento de unidades de geração de energia com recurso a fontes renováveis de irradiação solar.


  • 1 «ilha» PROTEVS+ (plataforma flutuante com 180 módulos fotovoltaicos de 410 Wp, perfazendo um total de 73.8 kWp, dispostos numa área circular de 38 m de diâmetro — 0,23 ha); 
  • 1 «ilha» PROTEVS Single 360 (plataforma flutuante com 364 módulos fotovoltaicos de 410 Wp, perfazendo um total de 149.2 kWp, dispostos numa área circular de 44 m de diâmetro — 0,30 ha); 
  • 1 «ilha» representativa para simular disposição de mais de duas ilhas.

Notícia actualizada às 09h55 de 24 de Junho com esta planta.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Finalmente

Afife, a única praia ZERO POLUIÇÃO no concelho de Viana

Quarenta e seis propostas concorrem ao prémio de melhor cartaz para a Romaria d’Agonia 2021