Geoparque Litoral de Viana do Castelo já tem aplicação móvel e sítio na internet



A Câmara Municipal de Viana do Castelo lançou hoje a APP e sítio da internet do programa Geoparque Viana do Castelo, uma iniciativa de Smart Tourism e Smart Education que conjuga a proteção e conservação do património, a educação, o turismo e a tecnologia.


O Geoparque Viana do Castelo passa, assim, a estar oficialmente pronto para acolher turistas, no culminar do projeto promovido pelo Município que dotou o território de condições inovadoras e tecnológicas para a conservação e fruição turística do património geológico diferenciado deste território. É também uma ferramenta dedicada a robustecer o trabalho de flexibilidade dos professores dos nossos agrupamentos escolares.


A APP Geoparque Viana do Castelo pode ser descarregada gratuitamente através da APPStore (durante esta semana é lançada a versão para dispositivos móveis Android), permitindo ao utilizador conhecer a localização dos vários elementos patrimoniais, nomeadamente os Monumentos Naturais, as Zonas Especiais de Conservação da Rede Natura2000, os Sítios da Memória, os Arqueossítios e a Viana Subaquática.


É também facilitada informação textual, fotografias panorâmicas e em 3D, vídeos informativos, e também um planeador para apoiar o utilizador quanto às atividades que pode desenvolver, onde comer e onde dormir.


A APP dispõe ainda de um módulo de Realidade Aumentada, que permite ao visitante observar a paisagem envolvente com a câmara do seu telefone e, durante essa utilização, ser informado do que está a observar. Por outro lado, o mecanismo de geofencing permite quantificar o tempo em que o utilizador passa junto de um determinado recurso que, complementado com a funcionalidade de avaliação da visita, permite recolher fortes ‘inputs’ para a medição do interesse turístico dos recursos que integram o Geoparque.


O Município passa, segundo o Vereador do Ambiente, Ricardo Carvalhido, a dispor de um novo produto turístico e educativo que soube compatibilizar as tendências de Smart Destination e Smart Education com as oportunidades trazidas pelas Tecnologias da Informação.


Este projeto conta já com 15 anos de desenvolvimento e com a colaboração de diversas instituições e personalidades. Destaca-se o papel das 27 Juntas e Uniões de Freguesia e dos 7 agrupamentos de escolas de Viana do Castelo, do Instituto Politécnico de Viana do Castelo e de outras instituições de ensino superior (Universidade do Minho, CIIMAR-UP, Universidade de Coimbra, MARE), do Fórum Português de Geoparques da UNESCO, da Associação Empresarial de Viana do Castelo e dos técnicos municipais.


Esta aplicação pretende assumir-se como uma oferta turística diferenciadora, que provoque emoções positivas no público e que o fidelize. Pretende também contribuir para que os professores tenham as melhores condições para ensinar através de estratégias diferenciadoras e em flexibilidade curricular, assente no nosso património identitário, complementando todo o caminho que tem sido trilhado nos últimos 4 anos, com a criação de dois ícones nacionais - a Rede Escolar de Ciência e as Equipas de Diferenciação e Flexibilidade Curricular de Agrupamento.


Recorde-se que o Geoparque Litoral de Viana do Castelo estende-se por mais de 320 km2 e é reconhecido, desde setembro de 2017, pelo Fórum Português de Geoparques da UNESCO como membro aspirante à rede mundial. O programa já decorre desde 2005, com o desenvolvimento de um extenso trabalho de inventariação e classificação dos recursos patrimoniais, que decorreu por 7 anos, do trabalho de classificação legal dos 13 monumentos naturais (2012-2018) e da valorização e densificação das ferramentas dedicadas aos Agrupamentos Escolares – Rede Escolar de Ciência e as Equipas de Promotoras da Diferenciação e Flexibilidade Curricular.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Enorme máquina giratória vai “triturar” mais de 15 mil toneladas de materiais dos 13 andares do prédio Coutinho

Queixa contra desconstrução do prédio Coutinho arquivada pelo MP

Morreu a ''PALMIRINHA''

Laboratório do mar com minissubmarino e aquário abriu em Viana do Castelo